Nosso estilo de cervejaria é o laboratório de ideias. Para isso, construímos o Beer Hack Lab, um espaço de brainstorm e desenvolvimento de novas cervejas.

Gostamos de estar em constante processo de criação e estamos sempre prontos a arriscar.

Obviamente, você não bebe nada que dá errado. Mas nós bebemos. Para que um sabor realmente novo se concretize é preciso muita tentativa, muito teste e muita experimentação - em todos os sentidos. Só quando a ideia dá certo, começamos a produzir.

Este é momento é crucial. Nenhum detalhe da criação humana pode se perder no processo industrial. No Beer Hack Lab, automatizamos tudo o que é possível para manter vivo o espírito original das cervejas Pratinha. Atuamos em equipe, homens, máquinas e bits. Aqui, a tecnologia trabalha pela mesma causa de seus criadores: cervejas que desafiam o óbvio, sem nunca desafiar os padrões universais de qualidade das grandes cervejas.

Afinal, conquistar receitas inovadoras e com este nível de ousadia é muito difícil. Mas perdê-las na hora de produzir litros e litros é muito fácil (e, aqui entre nós, acontece por aí).

Por dentro do Beer Hack Lab.

O trabalho do cervejeiro na Pratinha pode ser comparado ao de um pesquisador com todos os recursos disponíveis para a realização dos seus projetos. É como se o cervejeiro estivesse numa fábrica sem limites para criatividade. Porém, sempre com o compromisso de reproduzir fielmente o ideal de qualidade.

Dentro do nosso laboratório cervejeiro conseguimos combinar os melhores ingredientes ao maior rigor de controle do processo de produção cervejeiro. Sim, nós fazemos cerveja com todos os recursos modernos disponíveis. Todo processo de elaboração de nossas cervejas é cuidadosamente acompanhado, podendo ser até mesmo monitorado remotamente via internet.

Quando concebemos as fontes de abastecimento da nossa fábrica, utilizamos um dos recursos naturais mais abundantes da nossa localidade: o sol. Usamos o aquecimento solar para a água na produção das nossas cervejas. Além disso, o gás carbônico produzido pela fermentação nos tanques é coletado para um aquário de algas spirulina, nossa fonte verde.

Um exemplo do nosso DNA clássico e também high-tech. Dentro do nosso laboratório, conseguimos aliar recursos inovadores com técnicas cervejeiras tradicionais, produzindo receitas de cervejas Lagers (baixa fermentação) em tanques de fermentação aberta. Explicando melhor, trata-se de reproduzir o processo original das cervejas Lagers da República Tcheca, berço das melhores Lagers do mundo, no interior do estado de São Paulo. Com condições climáticas totalmente diferentes, a tecnologia exerce papel fundamental. Mas tudo nasce da nossa mente cervejeira inquieta extrapolando limites e desafiando o óbvio.

Enfim, não medimos esforços nem ideias inovadoras para produzir cervejas emblemáticas. Sabores nunca antes experimentados.

Conheça todas cervejas da Pratinha

Clique Aqui

Cervejaria Pratinha. Com os pés em Ribeirão Preto e a cabeça no mundo.

Siga a Pratinha no Instagram